“Cadáver” atinge a marca de 100 mil downloads na internet

Inconformado moribundo ou O fim… do eufemismo
29 de junho de 2018
Fernando Pellon apoia movimento de sambistas contra o fascismo
3 de outubro de 2018

Uma boa notícia para os fãs de   Fernando Pellon : o disco  “Cadáver pega fogo durante o velório”, (1984) é citado com uma marca surpreendente. Em sete anos, é o mais baixado do blog “Disco Furado”, com mais de 100 mil downloads. O CD  “Aço frio de um punhal” (2010), o segundo da carreira do compositor, também é muito acessado.

A informação é do blogueiro Marcelo Mara, criador do blog, que revelou ter gostado muito também do CD “Moribundas vontades” : “Sempre ouço o disco mais de uma vez seguida, e quero ouvir outras”, declarou. Ele disse que pretende fazer um texto sobre o disco para publicar no “Disco Furado”.

Marcelo Mara é professor de História e colecionador de discos raros.  O blog “Disco Furado” foi lançado em janeiro de 2011, criado com o objetivo de divulgar textos e links de download de discos de compositores e bandas independentes.

Em entrevista sobre o seu trabalho como blogueiro Mara disse que “Cadáver” é o disco mais raro da sua coleção: “Acho que é o LP  “Cadáver pega fogo durante o velório”, de um coletivo carioca, o Malta de Areia. Eu nem acreditei quando encontrei o disco, não tiro ele de casa por nada”.

Recentemente Marcelo Mara enviou uma carta para Fernando Pellon, na qual conta que fez um texto sobre o  “Cadáver pega fogo durante o velório” para a revista Banhero Selvagem. A publicação inclui quadrinhos e ilustrações do desenhista Pietro Luigi, com um viés erótico/pornográfico. Nela, o “Cadáver…” sentiu-se à vontade.

 

Para saber mais, acesse os links:

Matéria sobre o CD “Aço Frio de um Punhal”

http://discofurado.blogspot.com/2015/07/fernando-pellon-aco-frio-de-um-punhal.htm


Matéria sobre o “Cadáver Pega Fogo Durante o Velório”

http://discofurado.blogspot.com/2011/01/cadaver-pega-fogo-durante-o-velorio.html
Disco Furado
http://www.olhovivoca.com.br/musica/1270/o-disco-furado-do-blogueiro-marcelo-mara/